Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Narrativas Suspensas

Projeto fotográfico e cinematográfico que quebra as barreiras entre a ficção e a realidade

04
Mai17

Diário #0

diario0

Hoje é o último dia de preparativos, pois amanhã vamos levar a Anita ao Ballet, registar a primeira imagem e rodar a primeira cena.  Todos os dias de produção será motivo da publicação de uma foto do acessório chave do dia, acompanhando-se também de um diário de bordo em vídeo, onde se revela um pouco do método de trabalho.

Tem sido um processo de pré-produção incansável, mas enriquecedor. A pouco e pouco, juntam-se as peças e reunem-se todos os elementos necessários para construir uma pequena história, mas uma grande forma de interação. 

 

 

04
Mai17

Apoios

Amour Glamour by Noivos Gondomar . Vestido de Noiva e Acessórios

AmourGlamour

 


António Carvalheira
. Carro clássico Giulia GT

carvalheira

 

 

Balleteatro . Sala Ático Coliseu do Porto 

Balleteatro

 

Belmiro Ribeiro . Equipamento de Vídeo

BelmiroRibeiro

 

 

Casa do Ribeirinho . Cedência de Espaço

CasaRibeirinho

 

 

Cet Objet Du Désir . Guarda-roupa (saia mãe, pullover benjamim)

Cet Object Du Desir

 

 

Coliseu do Porto . Cedência de Espaço

ColiseuPorto

 

 

Golfe da Quinta do Fojo . Cedência de Espaço

QuintadoFojo

 

 

Maria Simões . Maquilhagem (Bailarina e Noiva)
AMaria
Confeitaria Nandinha. Bolo de Aniversário 

ConfeitariaNandinha

 

 

Confeitaria Nobreza . Cattering

ConfeitariaNobreza

 

 

Confeitaria Nova Real . Cattering

ConfeitariaNovaReal

02
Mai17

Gregory Crewdson, um artista de referência

Gregory Crewdson (1962- ) é um fotógrafo americano, conhecido pela sua incrível noção de composição e trabalho de luz que resultam em imagens cinemáticas muitas vezes comparadas à pintura renascentista. Num artigo de Chris Morgan, este descreve o fotógrafo como sendo o artista que cria histórias num só frame. A denominação de frame ao invés do termo fotografia, remete para o tipo de produção cinematográfica envolvida nas imagens do artista.

 

O seu percurso mostra-se bastante coerente, mas é a partir da série Twilight (1998- 2001) que percebemos claramente qual o imaginário e as temáticas abordadas. O seu trabalho é fortemente influenciado pela atividade profissional do seu pai – psicanalista que trabalhava na cave da casa de família.

 

Em entrevista com Hillary Weston, Crewdson afirma que o seu processo de trabalho é semelhante ao do pai, “era isto que ele fazia na prática (...), contava-nos histórias privadas, mas sempre fora do seu contexto mais geral.”

Como em quase todas as imagens, o que importa não é nem o título, nem a história, mas sim o que conseguimos interpretar dela. Gregory Crewdson, é um fotógrafo com um processo de produção imagético distinto do que se tem vindo a fazer na área da fotografia, aproximando-se ao tipo de produção cinematográfica.

 Gregory Crewdson, Untitled (2000)

01
Mai17

Jeff Wall, um artista de referência

Na história da fotografia curzaram-se multiplas vezes as barreiras entre o real e a ficção, começando a dar-se destaque a termos como construção e encenação, onde a manipulação conceptual do artista é claramente evidente. É nesta perspetiva que pretendo destacar o trabalho de Jeff Wall, no que toca ao intervencionismo na construção da imagem.

Jeff Wall (1949- ) é reconhecido pela sua obra fotográfica, entre a prática documental (ou near documentary, como ele define) e a elaboração deliberada de imagens, misturando técnicas cinematográficas com a estética da foto-reportagem, onde envolve também o uso de ferramentas digitais na fase de pós-produção. Wall produz diferentes tipos de imagens: imagens artificiais – sem qualquer pretensão realística; straight photography – como paisagens fidedignas; cinematographic pictures – que se definem como um intermédio das anteriores, completamente encenadas, mas em que se pode acreditar só pela sua leitura. (WALL, in Contacts, 2005)

 Wall, em entrevista ao SFMOMA, refere que o seu processo “começa por não fotografar” quando vê algo que lhe interessa. Mantem a informação vista, numa espécie de still imaginário, e tudo funciona mais tarde a partir da memória e do que pretende representar dela. No entanto, a fotografia originada deve ser “plausível, mas não exata”, contando uma história e brincando com limites sempre impostos entre o real e a ficção. As imagens criam assim outra realidade: a que estava presente na imaginação de Wall e que ganhou forma ao se materializar no formato de fotografia.

Jeff Wall, Mimic (1982)

Jeff Wall, Mimic (1982)

 

30
Abr17

A autora do projeto

joana.jpg

Joana Linhares tem 24 anos e é finalista do curso de Tecnologia da Comunicação Audiovisual pela Escola Superior de Musica e Artes do Espetáculo, do Porto.

Com formação prévia de Multimédia e Cinema, especializa-se no ramo de Fotografia após um primeiro semestre no ramo de Vídeo onde realizou a curta-metragem "Quimera dos Insanos". Apaixonada por diversas áreas, e não conseguindo definir-se numa só, aproveita o projeto final para pôr em prática tudo o que aprendeu no seu percurso escolar.

Narrativas Suspensas, parte da ideia de reunir a àrea da fotografia e do cinema, numa comunhão com a fição e a intervenção do artista para incorporar o seu imaginário em imagens possíveis de serem vistas por outros olhos. Para além disso, a web entra como meio de interação com o espectador, e ainda a ilustração e o design trabalham a serviço do projeto como um todo.

[página] [behance]

30
Abr17

Apresentação de Projeto

890x275.png

Narrativas Suspensas é um projeto transmedia que realça o poder da criação ficcionada em diferentes plataformas. Sugere-se que o espetador explore a narrativa, procurando respostas nos variados suportes à disposição.

 Para além da componente fotográfica, onde assistimos apenas a suspensões do momento de cada cena, o projeto suporta-se também numa curta-metragem para perceção integral da história, e ainda na vertente web que complementa ambos os suportes e onde se pode acompanhar o processo de criação e divulgação desta história. A narrativa é simples, pois a complexidade passa pela dinâmica interativa de interpretá-la.

Esta é uma exploração da relação pouco afetiva de dois gémeos com personalidades opostas (Marcelo e Benjamim) em três momentos particulares da sua vida.

 

 

Suspended narratives is a transmedia project that empowers the ficcional creation in different platforms. In it, it is suggested that the spectator should explore the narrative in search for answers in all the available supports.

Besides the photographic component, where one can only look at a moment suspended in time for each scene, the project counts on a short-film essential to the full understanding of the story, and a web feature wich complements the previous supports while allowing the public to watch the creative process behind it.

This is an exploration of the not-so affectionate relationship between two twins with opposing personalities (Marcelo and Benjamim) in three particular moments in their lives.